/ Museu de Porto Alegre

Fachada Joaquim FelizardoMUSEU DE PORTO ALEGRE JOAQUIM JOSÉ FELIZARDO

Criado em 1979, o Museu de Porto Alegre tem como missão promover a interação da sociedade com o patrimônio cultural da cidade, com ênfase na sua história e memória, por meio da preservação, pesquisa e comunicação dos bens culturais sob sua guarda.

Está sediado no Solar Lopo Gonçalves, edificação em estilo luso-colonial construído entre 1845 e 1853, na antiga Rua da Margem, atual João Alfredo. O primeiro proprietário do Solar foi o português Lopo Gonçalves Bastos, que o usava como moradia de chácara. A casa passou por herdeiros, pela família Volkmer, e pertenceu também ao Serviço de Assistência Social e Seguro dos Economiários.

Em 1982, o Solar finalmente tornou-se sede do Museu de Porto Alegre, que anteriormente estava localizado na Rua Lobo da Costa. Em 1993, o Museu passou a denominar-se Joaquim José Felizardo, em homenagem ao historiador e criador da Secretaria Municipal da Cultura.

Através do Setor Educativo, o Museu oferece mediações a visitantes individuais e em grupos.

O ACERVO

O acervo tridimensional é formado por mais de 1.300 objetos dos séculos XIX e XX, como acessórios de uso pessoal, objetos de decoração, instrumentos musicais, mobiliário e indumentária, entre outros.

O acervo arqueológico conta com 200mil itens relacionados a diferentes grupos que ocuparam o território desde o período pré-colonial. São coleções de material cerâmico, lítico, ósseo, entre outras, provenientes de áreas de ocupação indígena anteriores à chegada dos colonizadores, e coleções oriundas de sítios ocupados entre os séculos XVIII e XX, como peças produzidas em louça, vidro, metal, couro, pedra, ossos, cerâmica, restos ósseos humanos e alimentares.

O acervo fotográfico é formado por cerca de 9mil imagens de Porto Alegre dos séculos XIX e XX, com registros dos mais diferentes aspectos da cidade e conta com fotografias de profissionais renomados como Virgílio Calegari, Lunara, Barbeitos & Irmãos, Sioma Breitman e Irmãos Ferrari. Também guarda uma coleção formada por mais de 400 cartões postais das primeiras décadas do século XX.


EXPOSIÇÕES EM CARTAZ

O Solar que virou Museu conta a trajetória do local, que foi o Solar de Lopo Gonçalves, por meio de fotos, reportagens da época, recursos didáticos, como uma árvore genealógica e o inventário de Lopo Gonçalves, além das linhas de tempo com os principais fatos das memórias. O arquiteto Clóvis Borba, executor do projeto, elaborou também alguns monóculos com fotos antigas da cidade, criando interatividade com o público.

Transformações urbanas: de Montaury a Loureiroconta a história dos primeiros planos de desenvolvimento urbano e das principais obras realizadas entre 1897 e 1943.

Porto Alegre em Luz e Cor – composta de itens do acervo do Museu Joaquim Felizardo e da Pincoteca Aldo Locatelli.

PROGRAMAÇÃO MUSICAL

19h30 – Floresta Aurora

20h15 – Afro-Sul Odomodê

21h00 – roda de capoeira com Africanamente

21h45 – Negra Jaque

22h30 – Alabê Oni

23h00 – roda de samba com Mestre Paraquedas, Pâmela Amaro, Eduardo Moreira, Andressa Ferreira e convidados

LOCALIZAÇÃO

Localização: Rua João Alfredo, 582 / Bairro Cidade Baixa
Telefone – (51) 3289.8275

Ver no mapa

 

VENHA DE TRANSPORTE PÚBLICO:

Linhas de Ônibus: C3, C31, 149, 195, 253, 254, 257, 262, 263, 270, 271, 274, 281, 283
POA bike: estação mais próxima, Rua Joaquim Nabuco, 205 / Esquina Rua José do Patrocínio