Entenda #02 – Slam, a voz como revolução

Entenda é uma série de podcasts que aborda informações fundamentais de um tema ligado ao mundo da cultura, com artistas, pesquisadores, jornalistas e especialistas locais e nacionais. No segundo episódio, conversamos com a poeta, compositora, cantora e mulher preta paulistana Kimani para falar sobre slam.

Os slams, ou batalhas de poesia falada, surgem nos anos 1980 nos Estados Unidos, mais especificamente em 1984, em Chicago. Diferente de um evento elitizado, as competições de slam trazem questões da atualidade para debate e o poeta é o performer que conta somente com sua voz e seu corpo para apresentar seu texto.

Kimani é a atual vencedora do SLAM BR 2019. Filha de mãe baiana, pai interiorano de SP e residente do bairro do Grajaú, periferia da zona sul de São Paulo, iniciou sua jornada na cena das batalhas de poesia em 2017 e concentra sua militância através da poesia falada e de versos melódicos que tocam o público.

Na conversa registrada no Entenda #02, Kimani falou sobre sua história, sua carreira e a realidade do slam no Brasil. É só dar play!