Joana Hime lança o single “Entreventos” nas plataformas digitais

Foto: Elaine Eiger/Divulgação

Produtora das artes musicais e literárias, Joana Hime sempre esteve cercada de livros, música e poesia. Graduada em Comunicação e mestra em Letras, a filha do meio do casal Olivia e Francis Hime atua no mercado da música desde 2000, ano de início do selo Biscoito Fino, onde foi gerente artística por 14 anos.

“Demorei para editar meus projetos autorais, mas depois que passei três anos imersa em uma pesquisa de mestrado em literatura, mergulhei nos meus escritos”, conta Joana Hime, que lançou seu primeiro livro de poemas, De Dentro, em 2016. O segundo, Entreventos, homônimo ao primeiro single do projeto, será editado em novembro.

A ideia de Joana é lançar uma série de canções feitas a partir do livro, com diferentes parceiros. “Eu gosto do atravessamento das artes. No primeiro livro, foram poemas compostos com as imagens de Branca Escobar. Nesse segundo, ponho a música a serviço da poesia”, pontua. “Não me vejo cantora. A ideia é dar voz a canções nascidas dos poemas do livro. Em todos os singles pretendo mesclar canto e fala, já que o poema cantado e muito diferente do recitado”, conclui.

O primeiro single do projeto foi composto com Francis Hime e é a terceira parceria de Joana com o pai, que começou há cerca de cinco anos, momento em que ambos estiveram mais próximos. “Fomos lapidando juntos para transformá-la em canção que, sem querer ou não, acabou tendo muito a ver com a beleza e com a ‘solidão’ da nossa relação. Somos muito parecidos ”.

Para Entreventos, Joana se inspirou em uma obra do poeta português José Luís Peixoto, com quem Joana se identifica bastante. “Fiquei muito impactada com o livro Morreste-me, este título ecoou em mim. Quase sempre minhas ideias nascem de algo que li, que vi ou que ouvi. Escrevi esse poema pensando no meu pai, acho que como uma forma de ir elaborando sua ausência no futuro. O João da canção sou eu, sempre gostei de escrever sendo outra pessoa”, conta Joana.

Para a gravação, realizada no estúdio da Biscoito Fino (RJ), Joana convidou a atriz portuguesa Carolina Floare  e o poeta, também português, José Luís Peixoto. “Meu vínculo com Portugal é profundo, desde a poesia até a melancolia suave.” O piano é de Francis Hime e violoncelo de Jaques Morelenbaum.

“Estou com mais quatro canções prontas – o projeto terá cerca de 10 canções –, sempre gravadas com o mínimo possível de instrumentos. A próxima a ganhar um single chama-se Casa, outra parceria minha com Francis, além de outras em processo de gravação”, finaliza Joana Hime.

Escute a música Entreventos aqui.

 

Foto: Biscoito Fino/Divulgação

 

Assista ao clipe de Entreventos: