Live de premiação do 46ª Festival Sesc Melhores Filmes

Cena do filme “Divino Amor”. Foto: Victor Juca/Divulgação

O mais longevo festival de cinema de São Paulo terá uma edição especial este ano, apenas online, por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus. Tradicionalmente realizado no mês de abril, o Festival Sesc Melhores Filmes começa na próxima quarta-feira (19/8), com a cerimônia de premiação dos filmes mais votados do último ano. Em transmissão ao vivo, a partir de 19h30min, no canal do CineSesc no YouTube, o evento que visa homenagear o cinema nacional e mundial, os profissionais do audiovisual e o público terá apresentação da atriz Karine Teles. A live será aberta ao público e gratuita, sem necessidade de cadastro.

Diretamente de sua casa, no Rio de Janeiro, Karine Teles – que recebeu os prêmios de Melhor Atriz Nacional e Melhor Roteiro em 2019, pelo filme Benzinho, de Gustavo Pizzi – vai anunciar os vencedores deste ano e ainda bater um papo com alguns premiados. Também participam da cerimônia os jornalistas e críticos de cinema Flávia Guerra e Thiago Stivaletti e a cineasta Viviane Ferreira, que aquecem a premiação comentando sobre os filmes mais votados de 2019. Os vencedores serão conhecidos apenas na transmissão e, após a live, o site do festival publica a lista completa dos premiados e disponibiliza uma versão digital do catálogo com informações dos filmes mais votados pelo público e pela crítica.

Após a cerimônia, e abrindo a 46ª edição do Sesc Melhores Filmes, o público poderá assistir gratuitamente à primeira exibição, única e exclusiva, do filme Meu Nome É Bagdá, de Caru Alves de Souza, agraciado pelo júri na mostra Generation, dedicada a obras que retratam a juventude, do Festival de Cinema de Berlim.

Criado em 1974, o Festival Sesc Melhores Filmes é o primeiro festival de cinema de São Paulo. Ele oferece ao público a oportunidade de ver ou rever o que passou de mais significativo pelas telas da cidade. Sua programação é escolhida democraticamente pelo público e pela crítica. Os filmes que participaram da votação deste ano foram aqueles lançados comercialmente nas salas de cinema de São Paulo em 2019.

Para esta edição especial online, a equipe do festival preparou um recorte com alguns dos filmes mais votados pelo público e pela crítica que estariam na programação da edição presencial do Melhores. O público poderá ver e rever gratuitamente filmes como o polonês Guerra Fria, de Paweł Pawlikowski , o dinamarquês Rainha de Copas, de May el-Toukhy, e o sueco Border, de Ali Abbasi, além dos nacionais Bacurau, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, Greta, de Armando Praça, Torre das Donzelas, de Susanna Lira, e Divino Amor, de Gabriel Mascaro. Eles estarão agrupados em sessões especiais, com exibições únicas, disponíveis on demand por 24h, uma semana a até um mês, na plataforma do Sesc Digital. Para assistir basta acessar o site.

“Há anos o Festival Sesc Melhores Filmes reúne trabalhos selecionados por um júri composto por críticos e pelo público, premiando em pé́ de igualdade seus favoritos. Excepcionalmente, esse exercício de inteligência e prazer precisa encontrar e oferecer outras formas de fruição e discussão, adaptados ao momento atual de pandemia, para continuar sendo esse espaço de construção do livre pensar, de lapidação do gosto estético e da argumentação publica, com responsabilidade e segurança”, explica Danilo Santos de Miranda, diretor regional do Sesc São Paulo.