Por dentro do ateliê de Marcius Galan

Marcius Galan. Foto: Inhotim/Divulgação

 

A série Bastidores, do Inhotim, revela o que se passa nas coxias de uma instituição museológica e seus detalhes curiosos e poéticos. No novo episódio que vai ao ar neste sábado (29/8), às 11h, o artista Marcius Galan abre as portas de seu ateliê em São Paulo para contar detalhes sobre a criação de duas obras feitas exclusivamente para o projeto Múltiplos Inhotim.

Forquilha (2019) e Belo Horizonte (2020) são frutos de uma imersão do artista no instituto, de onde tirou referências imagéticas e materiais que retratam um pouco da instituição e do seu entorno, a cidade de Brumadinho.

Artista premiado internacionalmente, Marcius Galan ratifica sua importância global no mundo das artes compondo exposições como Art and Space, no Guggenheim Bilbao (Espanha, 2017), Line Weight, na galeria Gregor Podnar (Alemanha, 2017), e a Bienal Internacional de São Paulo (2011).

Servindo-se de uma linguagem de formas minimalistas e simples e do uso de materiais como o concreto, o ferro e a madeira, Galan desenvolve, desde a década de 1990, uma obra que convoca reflexões sobre a escultura, a geometria e o espaço. Em muitos casos, seus trabalhos geram situações inesperadas, criam jogos de ilusão e truques visuais para incorporar e redesenhar as características arquitetônicas de um determinado lugar, alterando o modo como o percebemos. Galan integra a coleção do Inhotim de obras como Seção Diagonal, inaugurada em novembro de 2019 na exposição Visão Geral, na Galeria Mata.

Você pode conhecer mais das obras do projeto Múltiplos Inhotim no site da Inhotim Loja Design.


Todos os episódios das séries online do Inhotim (Retrato, Diálogos e Bastidores) continuam disponíveis nas redes sociais: YouTube, Facebook Instagram. Já no Google Arts and Culture você confere cinco exposições imperdíveis.