Fernanda Abreu comemora 60 anos lançando disco de remixes

 

Dá pra acreditar que Fernanda Abreu completou 60 anos no dia 8 de setembro? Pois a cantora e compositora continua em excelente forma e em plena atividade. Mais: a garota sangue bom continua se destacando como uma das maiores referências da música dançante brasileira.

Ex-vocalista da banda Blitz, pioneira do BRock no começo dos anos 1980, a artista carioca começou sua exitosa carreira solo em 1990. Na época, o Brasil vivia o auge da lambada e da música sertaneja enquanto os mais modernos curtiam lançamentos gringos que bebiam na fonte da dance music.

Nomes como Madonna, Deee-Lite, Black Box, Erasure, Snap, Technotronic e Soul II Soul espalhavam pelas ondas do rádio e nos clubs das grandes cidades do país um pouco do que rolava nas pistas dos EUA e da Europa. Essa cena internacional ganhou tradução brasileira com o lançamento em fevereiro de 1990 de A Noite, primeiro single de SLA Radical Dance Disco Club, disco de estreia de Fernanda Abreu. 

Murilo Alvesso/Divulgação

 

Comemorando mais de três décadas de carreira, a cantora está lançando nesta semana 30 Anos de Baile, álbum de remixes que celebra seu amor pelas pistas de dança. O trabalho revisita os grandes hits de Fernanda, em versões assinadas por DJs e produtores, que transitam por gêneros dançantes como funk, r&b, Miami bass, hip hop, rap, reggaetón, disco, house, soul, eletrônica.

Capa do disco “30 Anos de Baile”/Reprodução

 

Por aqui, a gente também entrou na festa: celebramos a carreira de Fernanda Abreu com uma playlist de três horas de duração que incluem desde sucessos antigos dos tempos da Blitz até o novíssimo 30 Anos de Baile. Vem pra pista!