Filmes, competições esportivas e reuniões: 7 coisas que você pode fazer em um game e não sabia

Com a evolução da tecnologia que envolve os games, possibilidades para o público se tornam surpreendentes

Nem só de tiro, porrada e bomba vivem os videogames. Novas tecnologias, público cada vez maior e demanda por entretenimento ofereceram ao universo dos jogos eletrônicos infinitas possibilidades, que vão de reuniões de trabalho à produção de reality shows, passando por exibição exclusiva de filmes e plataforma de lançamento de músicas.

Um dos fundadores da empresa Aquiris, Israel Mendes escreveu em seu perfil no Linkedin um texto sobre as novas possibilidades surgidas no mundo dos games: “Os jogos eletrônicos sempre andaram no limite do seu tempo. Sempre foram uma síntese causada pelas pressões evolutivas que a tecnologia lhes impunha. Dessa forma a indústria dos videogames se construiu pautada pela vanguarda tecnológica e, em razão disso, promoveu comportamentos de adoção digital precoces. Ora, a pandemia está causando na humanidade justamente um êxodo compulsório da vida real para tecnologias e espaços alternativos de modo a viabilizar o exercício social do ser humano”.

Leia a matéria especial: Como os videogames deixaram de ser brincadeira infantil e se tornaram uma plataforma multicultural
Mulher, 30 anos, classe B: qual é o perfil de quem joga videogame no Brasil

Confira, portanto, sete coisas que você pode fazer em um videogame e provavelmente não sabia.

1. Curtir um show

Bandas como The Offspring já haviam feito apresentações exclusivas apresentadas ao vivo nos games, mas Fortnite, jogo da empresa Epic Games, levou a experiência a outro patamar: artistas como o DJ Marshmello e o rapper Travis Scott fizeram shows exclusivos para a plataforma, com estética inserida na realidade do game e interação entre players e o avatar do artista. O show de Scott marcou época e teve a participação de 27,7 milhões de jogadores únicos.

2. Ir ao cinema

Já virou tradição no Fortnite: se Star Wars IX: A Ascensão Skywalker realizou um evento com participação do diretor J. J. Abrams e sobrevoos de naves espaciais dentro do universo do game, Tenet, novo filme de Christopher Nolan, apresentou seu novo trailer antecipadamente no mundo do game.

A experiência abre precedente para uma série de alternativas em um momento em que as salas de cinema estão fechadas. Sessões exclusivas? Premières? Exibição de versões alternativas? Tudo é possível.

3. Marcar uma reunião

Red Dead Redemption II é um dos grandes sucessos recentes no mundo dos games. Além da jogabilidade incrível e de um roteiro extraordinário, o jogo tem um universo esteticamente lindo, cheio de detalhes escondidos e ambiências agradáveis. Foi por isso que Viviane Schwarz, autora inglesa de livros, jogos e quadrinhos, passou a reunir sua equipe para reuniões virtuais não no Zoom, aplicativo mais comum para esse tipo de tarefa, mas em torno de uma fogueira de RDRII, conforme relatou no Twitter. Será que os aplicativos quadradões vão dar lugar a games como ambientes preferidos para reuniões executivas?

4. Levar competições consagradas para o mundo virtual

A NASCAR, uma das principais competições de corrida de carros do mundo, sofreu tanto quanto qualquer outro esporte durante a pandemia, e precisou parar suas atividades. Com os pilotos todos em casa, a empresa responsável pela competição teve a ideia: por que não levar a competição para o ambiente virtual? As corridas online, pelo videogame, com os pilotos profissionais da NASCAR, não valeu oficialmente para o campeonato, mas levou entretenimento para quem estava sedento por competições com seus corredores preferidos.

5. Participar de um reality show

Um dos grandes clássicos do mundo dos games, The Sims ganhou um reality show baseado em seu universo. Gamers famosos usaram a plataforma para criar personagens, histórias e competir no reality show The Sims Spark’d.

6. Realizar um desfile de moda

Uma das sensações da quarentena é o game Animal Crossing, franquia da Nintendo que permite aos jogadores criar personagens, casas e ambientes customizáveis. Em maio, grifes de roupa como Valentino e Marc Jacobs aproveitaram o hype para criar versões virtuais de looks inspirados em suas coleções mais recentes – criando, portanto, desfiles de moda virtuais.

7. Viver como uma… cabra

É isso. Goat Simulator é um jogo em que você pode viver na pele de uma cabra. Simplesmente isso. Vai entender…