O legado da maior banda de todos os tempos em 11 filmes

 

Só se fala de The Beatles: Get Back. O épico documentário em três partes dirigido pelo cineasta Peter Jackson sobre a banda formada por John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr foi lançado em final de novembro pelo canal por assinatura Disney+ e vem encantando fãs dos quatro cabeludos de Liverpool mundo afora, que ficam hipnotizados assistindo às quase oito horas de cenas filmadas raras ou inéditas.

A produção utiliza imagens captadas em janeiro de 1969 pelo diretor Michael Lindsay-Hogg, incluindo várias sequências inéditas feitas durante os ensaios e as sessões de gravação do que viriam a ser o álbum e o filme Let It Be. O objetivo do projeto era o retorno às raízes em uma produção refinada e gravada “ao vivo” no estúdio, como durante a gravação de seu primeiro álbum, Please Please Me, de 1963.

As primeiras horas das sessões e a atmosfera fria do Twickenham Studios, em Londres, não ajudavam para o clima entre os músicos e o grupo estava perdendo sua coesão. No meio dos ensaios – repletos de hesitações, dúvidas e desentendimentos –, George Harrison decidiu deixar o grupo, ficando de fora dos Beatles por alguns dias.

O filme foi concluído com o antológico concerto ao ar livre no terraço dos escritórios da Apple Corps, a companhia fundada pelos Beatles, e acabou se tornando a crônica de um grupo em plena ruptura. Em 1970, Let It Be foi apresentado nos cinemas e na televisão.

 

 

Para você seguir na febre beatlemaníaca que tomou novamente conta do planeta nos últimos dias, a gente selecionou 11 filmes e séries documentais sobre o maior fenômeno da música pop de todos os tempos. Confira:

 

  • A Hard Day’s Night: Os Reis do Iê Iê Iê (Richard Lester, 1964)

A Beatlemania está no seu auge. Enfrentando produtores nervosos, fãs histéricos e parentes problemáticos, John, Paul, George e Ringo buscam de todas as maneiras se divertir e, ao mesmo tempo, cumprir os compromissos firmados.

 

  • Help! (Richard Lester, 1965)

Membros de um culto indiano descobrem que Ringo Starr possui um anel de rubi que cobiçam. O grupo persegue os Beatles, até que confronta Ringo num restaurante. Ele tenta dar-lhes o anel, mas não consegue tirar do dedo – e a perseguição recomeça.

 

  • Magical Mystery Tour (Bernard Knowles e Paul McCartney, 1967)

A história gira em torno de Ringo Starr e sua tia Jessie, que adquirem bilhetes para um passeio em um ônibus, sem um roteiro conhecido pelos passageiros, mas considerado mágico e misterioso pelos seus organizadores. Nesse passeio surrealista estão todos os Beatles e figuras pitorescas, inclusive uma criança, a jovem Nichola. Durante o roteiro turístico, mágicos – protagonizados por John, Paul, Ringo e George, além do assistente da banda Mal Evans – intervêm no passeio, criando situações inusitadas e algumas vezes pitorescas.

 

  • Submarino Amarelo (George Dunning, 1968)

Os habitantes de Pepperland são subjugados pelos Blue Meanies, um grupo de criaturas que odeia música. O prefeito da cidade despacha o velho marinheiro Fred a Liverpool, na Inglaterra, onde ele pede a ajuda dos Beatles. A banda então dirige um submarino amarelo até a ocupada Pepperland. Um filme de animação psicodélica que abusa das cores e de canções famosos da banda.

 

  • Let It Be (Michael Lindsay-Hogg, 1970)

Originalmente a ideia do filme era mostrar a banda gravando e criando um álbum em estúdio. Mas quando começaram as gravações os integrantes dos Beatles viviam em meio a uma série de conflitos e quando o filme foi lançado os Beatles já haviam se separado. O filme é então reconhecido como documentário sobre o fim da banda. As câmeras captaram discussões, desinteresse e uma briga entre Paul e George. A série documental Get Back reaproveita muitas horas do material filmado nos bastidores por Lindsay-Hogg em Let It Be.

 

  • Backbeat: Os Cinco Rapazes de Liverpool (Iain Softley, 1994)

Liverpool, 1960. John Lennon (Ian Hart) e Stuart Sutcliffe (Stephen Dorff) organizam uma viagem a Hamburgo para tocar com Paul McCartney (Gary Bakewell), George Harrison (Chris O’Neill) e Ringo Starr (Paul Duckworth) em bares. O músico e artista plástico Klaus Voormann (Kai Wiesinger) assiste a uma de suas apresentações e fica entusiasmado com a banda, já batizada de The Beatles, e convence sua namorada, Astrid (Sheryl Lee), a apresentá-los para o circuito alternativo da cidade. Aos poucos Sutcliffe se aproxima de Astrid e se afasta cada vez mais da banda, que acaba recebendo um convite para gravar seu primeiro disco.

 

  • The Beatles Anthology (Geoff Wonfor e Bob Smeaton, 1995)

Documentário em três partes que traça a história oficial dos Beatles desde seus primeiros dias em Liverpool até o fim do grupo em 1970. Usando uma mistura de imagens de arquivo, filmes caseiros, cenas nunca antes vistas de shows e faixas inéditas de estúdio, juntamente com entrevistas com os próprios Beatles, o filme convida você, como John Lennon diria, “aos olhos do furacão”. Originalmente exibido na rede ABC em 1995.

 

  • Across the Universe (Julie Taymor, 2007)

As músicas dos Beatles fornecem a estrutura sonora para este conto musical de romance, guerra e paz. Quando o jovem britânico trabalhador Jude desembarca nos Estados Unidos em busca de seu pai, ele acaba conhecendo o despreocupado estudante universitário Max e sua irmã Lucy juntamente com uma série de figuras excêntricas. Jude e Lucy começam a se apaixonar, mas a relação é ameaçada pela revolução social que acompanha a Guerra do Vietnã.

 

  • O Garoto de Liverpool (Sam Taylor-Johnson, 2010)

John Lennon (Aaron Johnson) é um jovem que não aceita bem as regras impostas na escola e dentro de casa. Abandonado pela mãe quando tinha cinco anos, ele vive com seus tios George (David Threfall) e Mimi (Kristin Scott Thomas). Quando George morre, Lennon é obrigado a viver com Mimi, extremamente austera e sisuda. No funeral do tio ele vê sua mãe (Anne-Marie Duff), que se mantém afastada. Seu primo consegue o endereço dela, o que faz com que Lennon resolva visitá-la. O reencontro com o filho é a realização de um sonho para Julia, que passa cada vez mais seu tempo com ele. Animada e um tanto quanto inconsequente, ela apresenta ao filho o rock’n’roll. Logo, desperta nele a vontade de montar uma banda de rock.

 

  • George Harrison: Living in the Material World (Martin Scorsese, 2011)

O diretor Martin Scorsese retrata a vida pessoal e musical do ex-Beatle. Entrevistas exclusivas com familiares e amigos, imagens e fotografias inéditas ilustram o filme que aborda desde a infância do músico até sua luta contra o câncer.

 

  • Yesterday (Danny Boyle, 2019)

Após sofrer um acidente, um cantor-compositor (Himesh Patel) acorda numa estranha realidade, onde ele é a única pessoa que lembra dos Beatles. Com as músicas de seus ídolos, o protagonista se torna um sucesso gigante, mas a fama tem seu preço.